quinta-feira, 7 de março de 2013

Uma folha de papel

Encontrei no asfalto 
Uma folha de papel abandonada
Sem forma, sem rabiscos, sem jeito
Suja, pisoteada, ignorada
Poderia ser pedaço de uma carta
Poderia ser parte de um livro
Quem sabe, 
Guardar o segredo mais profundo de um diário
Ou expor a confissão secreta de um assassino 
Mas foi só folha em branco, em vão

Largada no chão, corria ao vento
Desejando ser tocada por mãos que escrevem
Ser resgatada por olhos que leem
De repente, foi amassada sem dó nem piedade
Sem cerimônia nem maldade
Resmungando um barulho em protesto
Silenciou-se ao perceber que fim tinha a dobradura
E lá estava a felicidade inesperada:
Descobriu-se barquinho 
Na palma da mão de um menino
Num dia de chuva

(Isabela Xavier)

Imagem: http://barbara-wordswordswords.blogspot.com.br

3 comentários:

  1. Folha em branco... Convite franco para mudar o mundo.
    GK

    ResponderExcluir
  2. EU E UMA FOLHA DE PAPEL DIGITAL...

    ResponderExcluir

Deixe sua impressão, será muito bem-vinda. :)

Blogger templates